Como Reduzir a Humidade Dentro de Casa

humidade-dentro-de-casa

A humidade é um problema comum que pode afetar o conforto e a saúde dos habitantes de uma casa. Saiba como reduzir a humidade dentro de casa, entenda o que é, escolha o desumidificador certo.

O que é humidade?

A humidade refere-se à presença de vapor de água no ar. Ela pode ser medida de várias maneiras, sendo a humidade relativa uma das mais comuns.

O que é a humidade relativa


A humidade relativa é uma medida da quantidade de vapor de água presente no ar em relação à quantidade máxima que o ar poderia conter a uma determinada temperatura, sem que ocorra condensação.

Em outras palavras, a humidade relativa indica a proporção da humidade presente no ar em comparação com a máxima quantidade de humidade que o ar pode conter a uma temperatura específica.

O que significa ter humidade relativa de 80%?

Quando se diz que a humidade relativa do ar é de 80%, isso significa que o ar contém 80% da quantidade máxima de vapor de água que poderia conter a uma determinada temperatura.

O que significa 100% humidade?

Se a humidade relativa do ar é de 100%, significa que o ar está saturado com vapor de água e não pode conter mais!

Neste ponto, a pressão de vapor da água no ar é igual à pressão de vapor da água na temperatura atual. Assim, a água começa a condensar, formando gotículas de água visíveis.

Tipos de Humidade

Existem diversas dicas para reduzir a humidade, porém as ações dependem da origem da mesma.

  1. Humidade por condensação: Ocorre quando o ar húmido entra em contato com superfícies frias, como janelas, paredes mal isoladas ou superfícies de metal, e condensa-se, formando gotículas de água.
  2. Humidade ascendente: Ocorre quando a humidade do solo sobe através das paredes por meio de capilaridade.
  3. Infiltração de água: É causada por vazamentos no telhado, paredes, tubulações ou fundações. Pode resultar em manchas de umidade nas paredes ou tetos e, se não tratada, pode levar a danos estruturais e crescimento de mofo.
  4. Humidade de infiltração externa: É a penetração de água da chuva ou neve através de janelas, portas ou fissuras nas paredes externas da casa.

Uma das causas mais comuns é a condensação. Se não houver circulação adequada de ar dentro da casa, a humidade acumula-se. Isto acontece especialmente em áreas como casas de banho e cozinhas, onde há maior produção de vapor de água.

Abra as janelas e faça circular o ar na sua casa durante algum tempo todos os dias. Depois feche as janelas e use um desumidificador para controlar a humidade.

Qual a percentagem de humidade ideal dentro de casa?

A percentagem de humidade ideal dentro de casa geralmente fica entre 40% e 60%. Isso é confortável para as pessoais e ajuda a prevenir problemas relacionados à humidade, como mofo e bolor.

Problemas causados pela humidade

Quando a humidade é superior aos níveis de conforto, são vulgares as manchas nas paredes. Estas danificam a sua casa promovendo a proliferação de microorganismos. Ácaros e fungos são comuns.

manchas causadas pela humidade excessiva

(Imagem de Freepik)

O que a humidade pode causar à saúde?

A humidade excessiva dentro de casa pode causar uma série de problemas de saúde, incluindo alergias, problemas respiratórios e irritações na pele.

Como saber se uma casa tem humidade?

Existem alguns sinais comuns de humidade dentro de casa, incluindo manchas de bolor, odores de mofo, condensação nas janelas e paredes úmidas. Além disso, o ideal é ter um medidor de humidade relativa. Você pode optar por uma estação meteorológica.

Porquê ter uma estação Meteorológica

Uma das principais vantagens de ter uma estação meteorológica em casa é a possibilidade de medir com precisão a temperatura ambiente. Isto é especialmente útil para planear suas atividades diárias. Além disso, você pode ajustar a temperatura interna de sua casa para garantir o máximo conforto.

Além da temperatura, a medição da humidade também é uma informação valiosa. Uma estação meteorológica fornece dados sobre a humidade do ar, permitindo que você tome medidas para evitar problemas como mofo, condensação excessiva ou desconforto respiratório. Com essas informações em mãos, você pode tomar decisões informadas sobre ventilação e controle da humidade em sua casa.

Como saber se preciso de desumidificador?

Se você notar os sinais de humidade mencionados anteriormente, é provável que precise de um desumidificador para reduzir a quantidade de humidade no ar.

Estes aparelhos são muito eficientes.

Controle a humidade em sua casa

O controlo da humidade e temperatura em casa é essencial, mas porquê?

Por exemplo, com a subida da temperatura, a humidade relativa baixa. Se você estiver em um ambiente com uma humidade relativa abaixo de 30%, pode começar a sentir não só dificuldade em respirar mas também a sentir dores de garganta.

Pois, a humidade relativa deve estar em média entre 40% a 60% para ter um bom ambiente. Assim se você tiver um bom medidor de humidade e temperatura irá poder controlar melhor o ambiente.

Por exemplo, um dos aparelhos muito usados quando o tempo está muito quente e seco são os climatizadores evaporativos. Eles reduzem a temperatura e aumentam a humidade.

Se, pelo contrário, o clima for frio e húmido, então uma das melhores soluções é comprar um desumidificador para reduzir a humidade.

Se você tiver ar condicionado, então o controlo da humidade pode ser feito com esses aparelhos, quer seja no tempo quente e seco (Como enfrentar o calor e tempo seco) como no inverno.

Top 10 Dicas práticas para reduzir a humidade em casa

  1. Ventilação adequada: Mantenha as janelas abertas para permitir a circulação de ar fresco durante algum tempo por dia. Isso ajuda a reduzir a humidade e a evitar a condensação.
  2. Usar exaustores: Instale exaustores em áreas húmidas, como casas de banho, cozinhas e lavanderias, para remover o excesso de umidade gerado por atividades como tomar banho, cozinhar e secar roupas.
  3. Utilize desumidificadores: Coloque desumidificadores em áreas propensas à humidade, como porões, sótãos ou espaços fechados, para remover o excesso de humidade do ar.
  4. Reparar vazamentos: Conserte qualquer vazamento em telhados, paredes, tubulações ou torneiras para evitar a entrada de água dentro de casa.
  5. Impermeabilização: Realize a impermeabilização adequada das paredes externas e fundações para prevenir a humidade ascendente do solo.
  6. Isolamento: Isolar corretamente as paredes e janelas para evitar a condensação causada pela diferença de temperatura entre o interior e o exterior da casa.
  7. Evitar secar roupas dentro de casa: Secar roupas dentro de casa contribui significativamente para o aumento da humidade. Quando secar roupas em casa, use um desumidificador.
  8. Limpar regularmente: Limpe regularmente áreas propensas a mofo, como cantos, rejuntas de azulejos e janelas, para evitar o acúmulo de humidade e a formação de mofo.
  9. Monitorar a humidade: Use um higrômetro para monitorar os níveis de humidade em sua casa e tome medidas sempre que os níveis estiverem muito altos.
  10. Arejar armários e móveis: Deixe os armários e móveis abertos periodicamente para permitir a circulação de ar e evitar o acúmulo de umidade dentro deles.

Seguir estas dicas ajuda a reduzir a humidade em sua casa e criar um ambiente mais saudável e confortável.

Grelhas de Ventilação

Uma casa que seja totalmente fechada, resulta em diversos problemas. Pois, para além dos bolores e da proliferação de fungos, tal resulta em problemas de saúde. Os problemas respiratórios e as dores de cabeça são os mais comuns.

A ventilação das divisões de uma casa é essencial. Pois, elas permitem a renovação permanente do ar interior. Além disso, as grelhas são um controlo natural da humidade interior.

(Imagem de upklyak no Freepik)

Tipos de grelhas de ventilação


Existem vários tipos de grelhas de ventilação natural que podem ser usadas em casas domésticas para promover a circulação de ar. Aqui estão alguns dos principais tipos.

  1. Grelhas de ventilação de parede: São grelhas instaladas nas paredes externas da casa. Elas permitem que o ar fresco entre e o ar quente saia. Elas geralmente têm aberturas ajustáveis para controlar o fluxo de ar.
  2. Grelhas de ventilação de teto: Instaladas no teto, essas grelhas permitem que o ar quente suba e saia, enquanto o ar fresco entra pela parte inferior da casa.
  3. Grelhas de ventilação de janela: Instaladas nas janelas para permitir a entrada de ar fresco e a saída de ar quente. Muitos modelos são ajustáveis para controlar o fluxo de ar.
  4. Grelhas de ventilação de cozinha e banheiro: Usadas em áreas onde há uma concentração de humidade, como cozinhas e casas de banho. Pois, elas ajudam a remover o ar úmido e os odores, melhorando a qualidade do ar interior.

Comprar um desumidificador

Veja alguns dos aparelhos desumidificadores que pode comprar. Pode encontrar estes e outros modelos na secção de climatização e humidificadores.

Como funciona um desumidificador?

Um desumidificador remove o excesso de humidade do ar, sugando-o para dentro do aparelho, onde é condensado em água líquida e depois recolhido em um reservatório. Em maior detalhe:

  1. Ventilação e Entrada de Ar: O desumidificador tem um ventilador que puxa o ar húmido do ambiente para dentro do aparelho.
  2. Filtro de Ar: Antes que o ar entre na área de condensação, muitos desumidificadores possuem um filtro de ar para remover partículas como poeira, pelos de animais e outras impurezas.
  3. Refrigeração: O ar húmido passa por uma serpentina fria ou um evaporador. A serpentina é mantida a uma temperatura mais baixa do que o ponto de condensação do vapor de água presente no ar. Assim, quando o ar húmido entra em contato com a superfície fria, a água no ar se condensa, transformando-se em água líquida.
  4. Coleta de Água: A água condensada é então coletada em um reservatório interno do desumidificador.
  5. Reaquecimento e Saída de Ar: O ar agora mais seco é aquecido à temperatura ambiente. Assim, o desumidificador não diminui a temperatura do ambiente.

Como escolher um desumidificador?

Ao escolher um desumidificador, leve em consideração o tamanho da área a ser tratada, a capacidade de remoção de humidade do aparelho e opções adicionais, como controle de humidade e filtros de ar.

Um aparelho com 200 a 300 Watts e um depósito de 2 a 3 litros é já suficiente para manter uma divisão de 30 metros quadrados sem humidade.

Alguns modelos têm mesmo uma opção para secar roupa. Mas, por si só eles não secam a roupa de forma eficiente ou a custo reduzido. Porém, se você seca roupa dentro de casa nos dias mais húmidos, por exemplo com um estendal de roupa elétrico (ou normal), irá ver a humidade subir muito rápido. Neste caso deverá usar um aparelho para reduzir a humidade no ar.

Pois, neste caso é frequente atingir-se perto de 100% de humidade relativa em casa.

Plantas que absorvem humidade

Uma forma natural é o uso de plantas, pois algumas não só absorvem a humidade mas também proporcionam um efeito de purificação do ar.

Espada-de-São-Jorge

A Espada-de-São-Jorge, também conhecida por língua-da-sogra (Sansevieria trifasciata) é um dos melhores exemplos! Ela é uma planta é resistente e requer pouca manutenção, sendo bem conhecida por remover toxinas do ar, formaldeídos, xilenos, benzenos, absorver a humidade e purificar o ar.

Além disso, esta planta é muito usada em quartos dado que durante a noite ela produz oxigénio. Assim, ela contribui para um sono de qualidade sendo das mais conhecidas plantas que purificam o ar do quarto.

Plantas que absorvem humidade espada de são jorge

(Imagem de Freepik)

O uso consistente de plantas desumidificadoras é uma opção natural que pode mesmo substituir sistemas de eliminação de humidade.

  1. Lírio-da-paz (Spathiphyllum spp.): Além de ser uma planta bonita, o lírio-da-paz é eficaz na remoção de várias toxinas do ar e também ajuda a equilibrar a umidade.
  2. Jiboia (Epipremnum aureum): Também conhecida como hera-do-diabo ou pothos, esta planta é fácil de cuidar e ajuda a remover formaldeído e outras substâncias químicas do ar.
  3. Ficus (Ficus benjamina): Esta árvore de interior é eficaz na purificação do ar, ajudando a remover toxinas como o formaldeído, e também é capaz de absorver humidade.
  4. Palmeira-leque (Licuala grandis): Esta palmeira é uma escolha popular para interiores e é eficaz na remoção de toxinas do ar, além de contribuir para regular a humidade.
  5. Samambaia (Nephrolepis exaltata): As samambaias são excelentes para purificar o ar e ajudar a controlar a humidade em ambientes fechados.
  6. Filodendro (Philodendron spp.): Esta planta é fácil de cuidar e é eficaz na remoção de substâncias químicas do ar, enquanto ajuda a manter um nível saudável de humidade.
  7. Hera Inglesa (Hedera helix): Esta planta é conhecida por sua capacidade de remover toxinas do ar e também pode ajudar a equilibrar a humidade.

Conclusão

Reduzir a humidade dentro de casa é essencial para garantir o conforto e a saúde dos moradores. Ao entender os sinais de humidade, escolher o desumidificador certo e manter níveis adequados de humidade, você pode criar um ambiente mais saudável e agradável para viver.

Lembre-se sempre de manter a sua casa limpa e bem ventilada para ajudar a prevenir problemas de humidade no futuro.

(Créditos: Imagem de stefamerpik no Freepik)

Este site usa cookies oferecer melhor navegação. Ao navegar, você concorda com o seu uso. Privacidade